Motociclista – Conheça algumas dicas para evitar acidentes!

Motos são menores e mais difíceis de enxergar do que automóveis, principalmente quando vistas de frente ou de trás. Em acidentes com motociclistas, os motoristas geralmente dizem que não viram a motocicleta. Pesquisas mostraram que os condutores, quando olham, esperam ver outros automóveis e não motos.

Para ser visto, o piloto deve saber que:

• A motocicleta pode ser posicionada mais à direita na faixa, mais à esquerda ou ao centro. Isso depende da situação, de maneira a melhorar sua segurança e ser visto melhor.

• Evitar trafegar ao lado direito dos demais veículos. Os motoristas não têm o hábito de usar o retrovisor da direita.

• Participar do fluxo de veículos sem “costurar”, usando a faixa regular como se estivesse de automóvel. Mudar de faixa constantemente ou andar entre as filas coloca o motociclista em áreas de baixa visibilidade dos automóveis ou pontos cegos.

• Ao trafegar ao lado de um veículo, colocar-se em posição tal que o outro condutor possa ver, diretamente ou pelo retrovisor.

• Cuidado ao passar perto de veículo parado: seus ocupantes podem abrir portas repentinamente. É comum também o condutor sair com o veículo da vaga sem ver que uma moto se aproxima.

• Ao ver um bloqueio, na pista à frente, criar uma zona segura, baixando a velocidade e mudando de pista com antecedência.

• Sinalizar sempre, mostrando sua intenção antes de manobrar.

Cresça e Apareça

Existem ainda outros cuidados que se deve tomar para aumentar as chances de ser visto no trânsito. Eles tornam a dupla moto/piloto mais fácil de ser vista pelos demais condutores:

• Para que os outros condutores vejam a moto, é obrigatório manter o farol aceso o tempo todo. Em motos modernas, não há como apagar o farol enquanto estiverem ligadas.

• Usar os sinais luminosos da motocicleta para chamar a atenção. Sinalizar com o pisca-pisca todas as mudanças de direção e de faixa, até quando não houver ninguém perto.

Anunciar presença com leves toques de buzina evita acidentes.

Fonte: Portal do Trânsito
 

Facebook
ga('create', 'UA-18086703-2', 'auto'); ga('send', 'pageview');