Dirigindo na Chuva redobre sua atenção

A condição adversa de chuva reduz a visibilidade, diminui a aderência dos pneus, principalmente em curvas, aumenta o espaço percorrido em frenagens e dificulta manobras de emergência.

O início da chuva torna a pista ainda mais escorregadia, devido à mistura de água com pó e outros resíduos.

Quando dirigir sob chuva for inevitável, os condutores em geral devem observar os seguintes pontos:

* Redobrar a atenção.
* Reduzir a velocidade.
* Aumentar a distância para os demais veículos.
* Redobrar o cuidado em curvas e frenagens.
* Manter os faróis baixos acesos.
* Evitar passar sobre poças ou lugares com acúmulo de água.

Para condutores de automóveis e demais veículos de quatro rodas: manter as palhetas do limpador de para-brisas em bom estado e manter os vidros limpos, desengordurados e desembaçados.

Para motociclistas e condutores de veículos de duas ou três rodas: usar roupa apropriada, como capa ou macacão impermeável.

Aquaplanagem

Durante ou após as chuvas, água acumulada sobre a pista pode provocar situações especiais de perigo: trata-se da AQUAPLANAGEM ou HIDROPLANAGEM, fenômeno pelo qual os pneus não conseguem remover a lâmina de água e, literalmente, perdem o contato com a pista.

A aquaplanagem ocorre pela combinação dos seguintes fatores: excesso de água na pista, velocidade demasiada, pneus com profundidade de sulco insuficiente.

Durante a aquaplanagem, a direção fica repentinamente leve e é muito difícil controlar o veículo. Os procedimentos corretos nesse caso são:

* Segurar firmemente o volante, sem virar. Rodas viradas para um dos lados podem levar ao capotamento quando a aderência voltar a existir entre os pneus e a pista.
* Tirar o pé do acelerador e diminuir a velocidade, mas não frear bruscamente, pois se as rodas estiverem travadas no momento que voltar o contato dos pneus com a pista, o carro se desgovernará.
* Estabelecer um padrão seguro de velocidade para a situação.

 

Deve-se trocar os pneus sempre que a profundidade dos sulcos atingir 1,6 mm. Adiar a hora da troca é uma economia que não vale a pena.

 

Fonte: Portal do Trânsito

Mudanças no trânsito estão agradando

De um mês para cá, uma série de mudanças estão sendo implantadas pela Secretaria de Município de Controle e Mobilidade Urbana em algumas vias de Santa Maria que possuíam certa dificuldade para fluência do trânsito de veículos. As principais estão entre proibição de estacionamento no lado direito das ruas General Neto e Riachuelo dando preferência aos ônibus, o fechamento de canteiros centrais em alguns pontos nas avenidas Medianeira e Presidente Vargas evitando conversões em locais que causavam acidentes, e ainda a instalação de redutores de velocidades e o reforço da sinalização e pintura de faixas de segurança.

Os motoristas de ônibus que trafegam pelas vias General Neto e Riachuelo aprovaram o novo corredor criado para seus veículos. Um dos que apóia as mudanças é Juliano Viana da Silva. Segundo ele, a proibição de estacionamento ao longo destas duas vias foi uma questão muito bem pensada, porém, que deve ser fiscalizada. “Agora está ficando organizado. Carros de um lado e ônibus de outro, porém deve haver fiscalização rígida por parte da prefeitura, pois ainda existe alguns motoristas que estacionam ao longo destas vias”, afirmou Juliano.
 

Outro motorista de transporte coletivo que também consentiu com as mudanças foi Cristiano Guidolin. Ele diz que, se todo mundo respeitar o seu lugar de trafegar, as mudanças ajudarão o trânsito a fluir com facilidade. Cristiano acredita também que o reforço na sinalização deverá diminuir os acidentes, e ainda espera por novas mudanças.
 

O fechamento dos canteiros centrais também é bem visto pela maioria dos condutores. Na Avenida Presidente Vargas, onde há entroncamento com a Rua Berlim, muitos não se importam de andar mais alguns metros para realizar o retorno, como é o caso do representante comercial Jean Carlos Lopes da Rocha. Ele conta que todos os dias precisa abastecer sua motocicleta no posto de combustíveis que existe na esquina destas duas vias. “Fazia este retorno (no canteiro da Presidente Vargas) todos os dias, mas se a medida é pela segurança, eu não vejo problema algum em dar uma volta maior”, afirma Rocha.
 

Já o frentista deste mesmo posto de combustíveis onde Jean abastece, Patrick Silveira, conta que o movimento teve uma queda depois de o fechamento do canteiro central. “O acesso ao posto ficou difícil. Muitos utilizavam o retorno para chegar até aqui, mas agora, como tem que fazer uma volta maior, muitos motoristas preferem abastecer em outros locais”, lamenta Patrick. Segundo ele, esta é a parte negativa, mas é de acordo com o fechamento, já que as principais finalidades são de evitar acidentes e fazer o trânsito fluir.
 

No outro ponto da cidade, no cruzamento da Avenida Medianeira com a Rua Dezenove de Novembro, o fechamento do canteiro central da avenida também aprovado. O engenheiro mecânico Hermes Bressan relata a mudança como medida acertada. “Segurança é importante. Aqui era um local de muito acidentes.

Faço uma volta maior, mas é seguro”, declara Hermes.
Quem também está de acordo com o fechamento do canteiro central foi o pecuarista Maronês Martins, que reside bem próximo ao local. “Melhorou porque agora o trânsito flui. Até para quem precisa atravessar a avenida ficou mais fácil”.
 

O secretário de Município de Controle e Mobilidade Urbana, Marcelo Bisogno, afirma que estas modificações integram apenas a primeira etapa de melhorias. “Temos um cronograma e estamos desenvolvendo-o no Centro e arredores, em pontos com problemas crônicos. A expectativa é concluir esta primeira parte até o final de fevereiro. Em seguida, os bairros Tancredo Neves, Salgado Filho, Santa Marta, Camobi, Urlândia, e outros serão atendidos”, esclarece Bisogno.

Ainda sobre as mudanças, o secretário diz que à medida que permitiria a conversão à esquerda na Rua Astrogildo de Azevedo ao fim da Professor Braga, foi descartada. “A Rua Floriano Peixoto não tem condições de receber o tráfego de ônibus, e, além disso, aumentaria o engarrafamento no entorno da Avenida Presidente Vargas. Outro motivo da desistência é também pelo fato de muitos motoristas utilizarem a Astrogildo para acessar o Bairro Dores”, salienta o secretário.

Fonte: Site Jornal A Razão
 

Ministério Público gaúcho aumenta o cerco contra motoristas com habilitação suspensa

Caso os motoristas não entreguem a CNH e não realizem o processo de reciclagem, serão denunciados.

O Ministério Público gaúcho começa a aumentar o cerco contra motoristas com habilitação suspensa. A lista com os nomes dos cerca de 10 mil condutores ilegais já está publicada no Diário Oficial.

De acordo com o subprocurador geral de Justiça para Assuntos Institucionais, caso os motoristas insistirem em não entregar a carteira e não realizar o processo de reciclagem, deverão ser denunciados. Luiz Carlos Ziomkowski lembra que as intimações deverão ser entregues por oficiais de Justiça.

— Nós vamos procurar notificar e intimar estas pessoas. Caso elas não façam a entrega da carteira, estão incorrendo no crime de desobediência — explicou Ziomkowski.

A violação do Código Brasileiro de Trânsito prevê prisão de até um ano, multa e cassação do documento. Dos 10 mil motoristas que foram intimados, apenas 922 entregaram os documentos ao Detran até a última sexta-feira. Em caso de cassação do documento, o motorista ficará dois anos sem poder dirigir.
 

Fonte: Zero Hora
 

Mudanças nas Principais avenidas de Santa Maria

Se você costuma andar pelas duas principais avenidas de Santa Maria, fique atento: dois canteiros centrais foram fechados. O canteiro central da Presidente Vargas com a Rua Berlim, em frente à Escola Cilon Rosa, foi bloqueado com blocos de concreto. Na Medianeira, o acesso para a Rua Dezenove de Novembro, na esquina do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), está totalmente trancado.

De acordo com o secretário de Controle e Mobilidade Urbana de Santa Maria, Marcelo Zappe Bisogno, a medida pretende desafogar o trânsito das duas avenidas e melhorar o fluxo, além de garantir mais segurança aos motoristas.

– Esses dois canteiros eram campeões de acidente em Santa Maria. Só no da Avenida Medianeira, foram oito colisões desde o último sábado até terça-feira – argumenta o secretário.

Dona de um estabelecimento comercial que fica em frente ao cruzamento na avenida Medianeira, Isoldi Richter, 78 anos, foi até o canteiro para parabenizar a iniciativa:

– Coisa bem boa que estão fechando esse canteiro. Fiquei bem feliz. Chegava a ter de dois a três acidentes por dia.

Já o motoboy Gilmar Vargas, 50 anos, que usava o local todos os dias para entrar e sair da Avenida, não aprovou a ideia.

– Achei ruim. Agora vou ter de fazer uma baita volta – reclama ele.

Durante o ano, outras ruas também deverão sofrer esse tipo de mudança. Como alternativa, deverá ser utilizado o retorno de quadra. Confira ao lado as rotas alternativas sugeridas pela prefeitura para contornar os bloqueios das avenidas Presidente e Medianeira.
 

Fonte: Diario de Santa Maria 13/01/2011

 

Novidades na pista

Trecho da Rua Duque de Caxias ganha mais espaço para veículos.

A partir de segunda-feira dia 03, uma importante via de trânsito de Santa Maria ganha mais uma pista para, segundo a prefeitura, melhorar o fluxo de veículos e diminuir os constantes congestionamentos. O trecho da Rua Duque de Caxias, entre as avenidas Presidente Vargas e Medianeira, recebeu sinalização e pintura. Além da pista extra, será proibido o estacionamento no lado esquerdo da rua, no sentido Centro-bairro, e nas duas últimas quadras da direita, no mesmo sentido, entre 6h e 20h.

Segundo o secretário de Controle e Mobilidade Urbana, Marcelo Bisogno, as mudanças foram feitas após reclamações de motoristas, que se queixavam de o trecho registrar frequentes congestionamentos e acidentes. Com o acréscimo de mais uma pista, a lentidão dos veículos no ponto tende a diminuir.

Para possibilitar a inclusão de mais uma pista na via, foi necessário proibir o estacionamento de veículos. Medidas como esta devem se estender para outras ruas da cidade.

– A proibição do estacionamento em algumas ruas de Santa Maria, principalmente no Centro, aumentará. Com isso, esperamos dar mais agilidade para o tráfego de veículos em locais crônicos – disse Bisogno.

De acordo com a secretaria, uma outra medida pretende melhorar o trânsito nas proximidades da Avenida Medianeira com a Rua Duque de Caxias. O canteiro central da Medianeira com a Rua Heitor Campos será fechado. Com isso, será possível liberar a conversão à esquerda para quem vem da Duque de Caxias para entrar na Avenida Medianeira. No trecho da Duque que recebeu melhorias passam, segundo a prefeitura, cerca de 3,5 mil veículos entre 17h e 19h em dias de semana.

Fonte: Diario de Santa Maria

Facebook
ga('create', 'UA-18086703-2', 'auto'); ga('send', 'pageview');