CNH Social terá mais 7 mil vagas para 2014

O Governador Tarso Genro lançou nesta quarta-feira (11/06), na Interiorização do Governo do Estado em Alvorada, o segundo edital da CNH Social. O programa terá mais 7 mil vagas para primeira habilitação, mudança e adição de categoria em 2014. 

O edital foi publicado nesta quinta-feira (12/06) no Diário Oficial do Estado e as inscrições serão realizadas de 16 de junho a 04 de julho. A seleção será feita por sorteio durante o mês de julho, tanto para reserva de vagas quanto para cadastro geral, com divulgação no site do Detran/RS.

Os benefícios serão distribuídos em 1,4 mil primeiras habilitações, 1,4 mil adições de categoria e 4,2 mil mudanças de categoria, sendo 840 destinados à mudança para categoria "C", 2.940 destinados à mudança para categoria "D" e 420 destinados à mudança para categoria "E". Quinze por cento das vagas serão destinadas à população negra e 50% das vagas de mudança de categoria a mulheres. O candidato deve informar, no momento da inscrição no Centro de Formação de Condutores (CFC), se deseja concorrer pelas cotas.

As pessoas beneficiadas pelo programa são isentas do pagamento de todas as taxas para os serviços de habilitação, dos exames médicos e psicológicos, do curso teórico-técnico, incluindo aulas com simulador de direção, do curso prático de direção veicular e locação de veículos, e também dos exames teórico e prático. Candidatos reprovados nos exames poderão refazê-los uma única vez, sem ônus, garantido acréscimo de oito aulas práticas aos reprovados no exame prático.

Poderão requerer o benefício candidatos maiores de 18 anos que sejam residentes no Estado há pelo menos dois anos, com renda familiar mensal de até três salários mínimos (ou de até dois salários mínimos para desempregados há mais de dois anos). Também é preciso ter sido inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal antes de 30 de abril de 2014. Não poderão participar da seleção aqueles que já estejam com serviço de habilitação aberto no Detran/RS, quem tenha cometido crimes na condução de veículo ou quem teve a CNH ou a Permissão para Dirigir cassada ou suspensa.

Para mais informações, acesse o banner CNH Social clicando aqui.

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFC Viacentro, conforme site do Detran/RS.

Aulas em simuladores permanecem no processo de habilitação no RS

A Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) 493/2014, de 05/06/2014,  atribui aos órgãos executivos de trânsito dos Estados e do Distrito Federal a competência para decidir sobre a substituição das aulas práticas e noturnas pela utilização de simuladores, de forma integral ou parcial.

Assim sendo, permanece inalterado o processo de habilitação de condutores em categoria “B” e adição de categoria de habilitação no Rio Grande do Sul, uma vez que o Estado fez a opção desde a primeira hora pela adoção desse recurso pedagógico.

A estrutura curricular mínima é de:

I -  45 (quarenta e cinco) horas/aula teóricas;

II – 20 (vinte) horas/aula práticas em veículo e 05 (cinco) horas/aula em simulador de direção veicular para serviço de primeira habilitação ou reinício de processo, totalizando 25 horas/aula;

III- 15 (quinze) horas/aula práticas em veículo e 05 (cinco) horas/aula em simulador de direção veicular para serviço de adição de categoria, totalizando 20 horas/aula.

Do total de aulas noturnas (05 no processo de primeira habilitação e 04 no processo de adição de categoria), 02 (duas) horas-aula obrigatoriamente deverão ser realizadas em veículo, sendo que as demais noturnas poderão ser realizadas no simulador de direção veicular.

No RS, foram ministradas, desde a implantação desse recurso pedagógico em primeiro de janeiro, mais de 234 mil aulas em simuladores de direção veicular, em 267 dos 272 CFCs. Foram instalados 335  equipamentos, em um esforço unificado de CFCs,  Procergs, empresas fornecedoras de equipamentos e instituições de ensino superior, que garantiram a formação dos instrutores.

Esses números dão conta do compromisso da Autarquia com a opção do simulador de direção como instrumento de qualificação do processo de habilitação de condutores e, a médio e longo prazo, de redução da acidentalidade.


Fonte: Assessoria de Comunicação do CFC Viacentro, conforme Detran/RS.

 

 

 

Facebook
ga('create', 'UA-18086703-2', 'auto'); ga('send', 'pageview');