Mudança de Categoria

Procedimentos necessários para a mudança de CNH nas seguintes categorias:

  • Categoria A: Moto ou triciclo.
  • Categoria B: Carro (até 3.500 Kg).
  • Categoria C: Caminhão e Máquinas Agrícolas.
  • Categoria D: Ônibus, Topic, Van, Micro-Ônibus (veículos acima de 8 passageiros).
  • Categoria E: Carreta, Trailler, Motorhome e demais veículos articulados.

Documentos necessários

  • Original e cópia da carteira de identidade e do CPF
  • Original e cópia da CNH anterior
  • Comprovante de residência original e cópia (Água, Luz, ou Telefone do último mês)
  • OBS: A foto é capturada digital, no momento da abertura do cadastro.
Adição Valor Situação
Mudança de Categoria C, D e E R$ 2.146,99 Exerce Atividade Remunerada
Mudança de Categoria C, D e E R$ 2.080,75 Não Exerce Atividade Remunerada
Adição/Mudança de categoria AC, AD e AE R$ 3.092,06 Exerce Atividade Remunerada
Adição/Mudança de categoria AC, AD e AE R$ 3.025,85 Não Exerce Atividade Remunerada

Condições de Pagamento e Parcelamentos

Entre em contato com o CFC VIACENTRO.

OBS.: A categoria “A” poderá ser incluída em qualquer categoria. Caso o condutor seja habilitado somente na categoria “A”, terá que incluir primeiramente a categoria “B” e gradualmente as demais categorias.

O condutor que fez sua primeira habilitação antes de junho de 1997, deverá adequar-se às normas da Resolução 168/169 do Conselho Nacional de Trânsito.

OBS.: Para abrir o cadastro o candidato precisa ter a idade mínima de 21 (vinte e um) anos, e ainda, esteja habilitado no mínimo há dois anos na categoria “B”, ou no mínimo há um ano na categoria “C” e não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima, ou ser reincidente em infrações médias, durante os últimos 12 (doze) meses. Para transporte de passageiro deverá ter o curso especial apropriado, também poderá dirigir cargas perigosas desde que tenha o curso MOPP (Curso de Movimentação de Produtos Perigosos).

Nos serviços de renovação de exames e de mudança de categoria C, D e E, independentemente do exercício de  atividade remunerada ao veículo, passa a ser exigida a realização  de exame toxicológico de larga janela  de detecção.